Terapia pra que?

Pior ano da minha vida...

Este foi, decididamente , o pior ano de minha vida.

O certo ficou incerto, o bom ficou péssimo, o confortável ficou desconfortável e o seguro , inseguro, em questão de horas , dias em uma velocidade sem fim.
Isto acontece na vida, o tempo todo, a pessoa boa vira má, a situação perfeita torna-se imperfeita.

Ás vezes você consegue manter as coisas sob o seu controle, às vezes não!
Neste que já decidi ser o pior ano de minha vida, além de todos os desafios que apareceram, eu perdi meu pai.

Foi na relação com ele que descobri que relacionamentos se constroem e se transformam. Descobri que ninguém nasce pronto, 100% bom pai, 100% marido, 100% perfeito. Que é  somente quando se tem um filho que se começa a aprender a ser pai, quando se casa que se aprende a ser marido,  e principalmente, que  quando se aprende a ser 100% bom em tudo, chega a hora de partir.  E foi isso que ele fez, quando se tornou 100% perfeito partiu. Preferiria ele aqui 58% bom e com seus 42% de dificuldades.

 A vida seguiu cheia de surpresas, sem dar tempo para chorar, nem dar tempo de tomar um ar.   O tempo não para, como dizia Cazuza. E a vida vem no embalo te empurrando e sussurrando: - Vamos lá superando, superando , superando...

A conclusão, fazendo o balanço anual é que, decididamente, o pior ano da vida de uma pessoa é o que mais exige aprendizagem, superação e crescimento.
Você sai com alguns hematomas, algumas rachaduras e cicatrizes, mas, também, mais esperto, mais sabido sobre você e sobre a vida.

Viver o pior ano da sua vida te faz pensar sobre o que já foi falado várias vezes:
- Agora não adianta mais nada, o vaso quebrou, não tem mais conserto.

Sim, o vaso quebra, sua mente enlouquece, seu coração fica tão pesado que você acha que não vai querer levantar da cama, e às vezes você arrasta seu corpo e força um sorriso. Mas não se iluda, não dá para trocar de vaso, é impossível! Evitar que se quebre?  Pode até tentar, mas sem garantias.

O pior ano da sua vida, te faz lembrar do tempo que você levou tentando não fazer nada errado, fazendo o seu melhor, e do tempo que agarrou-se em seus medos de arriscar e de viver,  para não deixar o vaso quebrar, mas não adiantou, você deu uma bobeada e ...crash ! Lá estavam os cacos no chão.

Às vezes o estrago é tão grande que parece impossível o remendo, mas aí lá vem a vida sussurrando: recupera , recupera ... recupera...
A vida traz a cola,  traz saídas, traz possibilidades... Traz inimigo disfarçado de mestre, pronto para nos ensinar algo, traz gente que você nunca imaginou conhecer, querendo aprender e compartilhar algo com você; traz esperança e força para continuar. Traz bebê novo para a família cheio de paz e sabedoria nos olhos - chamado Miguel, mostra o crescimento de pessoas que você ama e se orgulha, traz um dia lindo de sol, ou um maravilhoso dia de chuva.

Enfim, deste ano saio colada mais do que o habitual, desejando que o ano acabe logo para que eu possa contemplar somente um pedaço do mosaico que a vida ajudou a colar.  O mosaico pronto, ainda não dá para ver, só quando estiver 100% montado, mas aí chegou a hora de partir. Enquanto isso, neste fim de ano, verei o que ele fez de mim,  de preferência sentada na beira do mar, tomando um fôlego para o próximo ano, que, quem sabe, não será  o melhor ano da minha vida?

Desejo que a cola nunca falte em sua vida, que ela seja da melhor qualidade possível e que consigas enxergar a beleza das experiências que se transformam em mosaico.
                                       
Um Feliz Natal e um Ótimo Ano Novo (que seja o melhor das nossas vidas).

Lu Gomes de Abreu





9 comentários:

  1. Perfeito! Compartilho desse sentimento com você, com a esperança de que o próximo ano será o melhor da minha vida!!!

    ResponderExcluir
  2. Também perdi meu pai esse ano e digitei no google: "pior ano da minha vida" procurando palavras que fizessem o meu desabafo por mim. Encontrei as suas e me permita compartilhar de suas palavras que coincidentemente falam tão bem por mim. Também sou Lu (ciana). Obrigada. Que 2016 seja melhor para todos nós.

    ResponderExcluir
  3. Eu passei pelo momento mais difícil de minha vida esse ano..o que é pior para uma mãe do que ver seu filho ser vítima de um crime e o criminiso sorrir enquanto seu filho chora?Perder algo que jamais será recuperado!Deus tu és minha fortaleza!

    ResponderExcluir
  4. Eu passei pelo momento mais difícil de minha vida esse ano..o que é pior para uma mãe do que ver seu filho ser vítima de um crime e o criminiso sorrir enquanto seu filho chora?Perder algo que jamais será recuperado!Deus tu és minha fortaleza!

    ResponderExcluir
  5. Me emocionei com suas palavras, digitei no google " 2015, pior ano da minha vida" e precisava entender se era somente pra mim que este ano foi pesado, que me arrependi de muita coisa fútil que eu mesmo procurei, mais é com os erros que aprendemos, fiquei desempregado, me endividei, meu celular quebrou, até meu chinelo que estava comigo a anos se quebrou rs. Realmente não foi fácil, mas tem que superar, ergue a cabeça e colocar um objetivo e bola pra frente e não olhe pra traz, guarde as coisas boas, foram poucos, nem consegue tampa os buracos que esse ano quebrou, mais tenho certeza que ano que vem vai ser um ano maravilhoso, que nós vamos procurar a nossa alegria, nossa paz e dizer: Vida nova que se inicia

    Feliz Ano Novo Lu Gomes, aqui é o Fernando de São Paulo, 21 anos

    ResponderExcluir
  6. O curioso é que 2015 foi o melhor ano da minha vida e 2016 está sendo o pior de todos...

    ResponderExcluir
  7. O curioso é que 2015 foi o melhor ano da minha vida e 2016 está sendo o pior de todos...

    ResponderExcluir
  8. Ainda bem que 2016 está acabando �� aff graças a Deus já é dezembro. Que 2017 seja o melhor. Porque esse ano foi o pior ano da minha vida

    ResponderExcluir
  9. Desde 2014 eu me vejo em uma ladeira, e sem sombra de dúvidas 2016 foi o pior ano de todos os 27 que já vivenciei.
    A única coisa boa que me aconteceu foi o nascimento do meu filho no dia 20/10/2016; porém o filho é com minha ex noiva que não me deixa ver a criança, só na justiça, porém, sabemos o qnt demora.
    Desempregado, endividado, separado; acabei voltando pra casa dos meus pais.
    Porém tudo tem seu lado bom...

    Que cicatrizes resultem em conhecimento.

    Que 2017 seja um ano perfeito para todos nós.

    ResponderExcluir